Filme SOLO na “NETFLIX”

O filme Solo que estreou na Netflix em janeiro de 2019 é um filmaço baseado em fatos reais e conta a história do surfista Álvaro Vizcaíno.

Trata-se da história de um surfista que sofreu uma queda à beira de um penhasco em uma das ilhas do arquipélago das Canárias na Espanha.

Antes de continuar comentando sobre o filme quero me apresentar e dizer que este blog não é sobre sinopse de filmes e sim sobre artigos para blogs.

Sou Conteudista

Meu nome é Sandra Santos, sou redatora freelancer e conteudista. Escrevo artigos para blog e ganho dinheiro com isso. Rsrsrs

Um cliente me perguntou se consigo escrever sobre filmes. Então resolvi escrever sobre um que realmente gostei muito.

E, caso você esteja precisando de artigos para seu blog, recomendo ler esta página AQUI

Solo

O fato ocorreu em 07 de setembro de 2014. Álvaro Vizcaíno sofre uma queda e o resultado foi uma mão gravemente ferida, a quebra do quadril e uma perna machucada, além de vários hematomas espalhados pelo corpo todo.

Ele se salvou graças a sua força física juntamente com seu conhecimento de técnicas de sobrevivência.

Após a tragédia, – aliás a cena da queda é realmente impressionante, – sem ter a quem pedir ajuda, ele faz de tudo para conseguir sobreviver.

Nos momentos de pura solidão as lembranças do passado assombraram Vizcaíno que o fez refletir sobre a necessidade de mudança de vida e o quanto ele precisava melhorar seu relacionamento com a família, com os amigos e com o amor.

Depois de passar 48 horas na praia de Punta Paloma, Vizcaíno pensou no quanto a sua vida estava muito errada.

Juro que eu mesmo fiz uma breve reflexão sobre a minha própria vida enquanto assistia as cenas. Impressionante como este tipo de filme faz isso conosco.

O ator que fez o papel de Vizcaíno foi Alain Hernandez, que já atuou em filmes como ‘Palmeiras na neve’ ou ‘o rei de um olho só’ e faz uma atuação muito boa, posso dizer excelente, pois prendeu a minha atenção o tempo todo.

A Garrafa com Água

Academia em Cachoeiro de Itapemirim-ES com preço promocional na mensalidade

Não sei o porquê não foi colocado no filme o momento em que Álvaro encontra a garrafa d’água da qual ele jura ter salvado a vida dele.

Como uma boa pesquisadora que sou, fui atrás de todas as informações possíveis sobre a verdadeira história do filme e encontrei uma fala dele que dizia:

“Eu encontrei água, sim. Eu estava tão louco por beber algumas horas depois que cheguei à praia … Quando você fica desidratado é uma verdadeira loucura. Dizia: como não bebo hoje, amanhã estou morto. Eu tenho que beber como eu faço . Depois de horas rastejando pelas rochas, encontrei uma garrafa de água. É incrível. Uma garrafa de plástico fechada com o selo. Eu estava sentado no penhasco e pensei: preciso ter um anjo da guarda, isso é incrível. E bem diante de mim caiu uma pena branca ziguezagueando. Eu ri como louco, pensando: Mas que brincadeira é essa? Quando você conta isso, eles dizem que existem anjos da guarda … “,

Realmente uma história que faz a gente refletir sobre a vida. Repito: um filmaço! Super recomendo.

Se você ainda não assistiu este filme, faça-o quanto antes. Prepare a pipoca, o refri e divirta-se!

Administradora, blogueira e redatora freelancer.

Sandra Santos

Administradora, blogueira e redatora freelancer.

Website: http://sandrasantos.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.